6.3.05

Romance Sonâmbulo

Verde que te quero verde.
Verde vento.
Verdes ramas.
O barco sobre o mar
e o cavalo na montanha.
Com a sombra na cintura
ela sonha em sua varanda,
verde carne, pelo verde,
com olhos de fria prata.
Verde que te quero verde.

Sob a lua cigana
as coisas estão olhando para ela
e ela não pode enxergá-las.


Garcia Lorca
Romancero Gitano

2 comentários:

Cosmic Men disse...

Conhecia a versão em castelhano, e gostava, acho que este é um autor bastante bom, e que merece bem o seu reconhecimento...

Ananda disse...

É muito bonito mesmo! Não conhecia... É quase um pecado! ;) Beijinho!