14.6.07

Dias de tuga e Dia de Portugal


Pena que o PR não reclame pelo excesso de telenovelas (10, actualmente) e pelas mais de 6x3 horas diárias de entretenimento ao estilo Praça da Alegria/Portugal no Coração (RTP1), Fátima Lopes/Contacto (SIC), ou Você na TV/Tardes da Júlia (TVI), pelos 4 concursos (3 deles no canal público, e destaco O Preço Certo), pelas 516 horas de publicidade nas Tvs em Maio (de acordo com os dados da MediaMonitor).
Pena que o PR apele ao inconformismo mas não comente a ausência quase completa de debates políticos (não estou a falar de quadraturas de interesses), a descontinuição de programas regulares sobre literatura e ciência, a raridade da presença de músicos e performers de qualidade no écran. Que pena!

Não fora isso e até lhe perdoava
esta ingerência na programação do canal público, num brando gesto (ou não fora luso) de aproximação ao mestre Hugo Chávez.
Dado o avé avé da Administração da RTP, no próximo Domingo teremos novamente uma injecção de inputs nacionalistas, compostos por discursos, fardas, gravatas e paradas de ocasião, dados como absolutamente indispensáveis à nossa formação cívica!
Pena que "atendendo às especiais responsabilidades inerentes à prestação do serviço público de televisão", apenas a interrupção das ditas cerimónias de 10 de Junho se afigurem incompreensíveis ao PR. A pronta reacção da RTP fez-me pensar que o PR ainda poderia ser útil ao país! Se ele sugerisse que a programação à tuga torto fosse substituída por outra que celebrasse de facto o que há de melhor no nosso país...

2 comentários:

Anónimo disse...

No fundo, há males que vêm por bem. Excelente oportunidade para sair de casa de manhã e regressar bem à noite, depois de uma longa caminhada pela montanha, sem ruído e sem lixo. Octávio Lima (ondas3.blogs.sapo.pt)

MRF disse...

Pois é Octávio, é verdade que vou gostar ver o nível de audiências da RTP1 no próximo Domingo!

Mas, diga-se, quem ficar em casa, não sendo velho ou doente, a ver as "comemorações diferidas", merece o castigo :)