20.6.07

À escuta #41

- Tens uma pulseira muito gira!
S - É para dar sorte!
- Mas onde foste buscar essa ideia!
S - Na televisão disseram para usar uma pulseira para dar sorte à Maddie, aquela menina que desapareceu...



Adenda: As minhas filhas, como a maior parte das crianças, acabaram por se aperceber do desaparecimento da menina no Algarve, o que as deixou um pouco assustadas. Agora que se fala menos do assunto, elas ainda não esqueceram, e perguntam-me sempre se ela já apareceu. Mas esta ideia que ela foi buscar na televisão preocupa-me. Não sei se é verdade ou não, mas não estranho que num programa qualquer ela tenha ouvido isto. Uma pulseira para dar sorte! É claro que ela aderiu à ideia, cheia de ternura. Os casos como a Maddie são terríveis porque revelam a nossa impotência face à loucura humana, mas "ensinar" a reagir com uma pulseira da sorte não me parece correcto. Este post revela o meu espanto (e adoração) pela minha filha, mas também foi atravessado pela raiva da inculcação da mezinha na cabeça de uma menina.

2 comentários:

Zélia disse...

Tão amoroso :)

MRF disse...

Olá Zélia!

As mimhas filhas, como a maior parte das crianças, acabaram por se aperceber do desaparecimento da menina no Algarve, o que as deixou um pouco assustadas. Agora que se fala menos do assunto, elas ainda não esqueceram, e perguntam-me sempre se ela já apareceu. Mas esta ideia que ela foi buscar na televisão preocupa-me. Não sei se é verdade ou não, mas não estranho que num programa qualquer ela tenha ouvido isto. Uma pulseira para dar sorte! É claro que ela aderiu à ideia, cheia de ternura. Os casos como a Maddie são terríveis pq revelam a nossa impotência face à loucura humana. Mas "ensinar" a reagir com uma pulseira da sorte não me parece muito benéfico.

Enfim, tanto palavreado, mas o meu espanto (porque elas me surpreendem sempre) também foi atravessado pelo impudor da mezinha que se inculcou na criança.

Abraço