9.5.07

Sociedade de Mulheres

Li apenas algumas críticas ao livro e entrevistas on line a Alain Touraine mas este é um ensaio que vou querer ler. até porque Touraine nunca cairia na tentação de um (pós) feminismo fácil. O que o sociólogo defende é a existência de um novo paradigma. Na pós-modernidade, afirma, as mulheres desenvolveram uma nova visão para elas e para os homens, à qual estes últimos não se opõem. As mulheres unificaram/unificam o que a "sociedade masculina" polarizou: elites (concentração do poder e do conhecimento) e massas (trabalho manual, consumo imediato), público e privado (sentimentos, mundo feminino, crianças), sexualidade e espírito, etc.. Nesse sentido, a linguagem das mulheres tornou-se dominante. (Um dia não fará sentido falar de linguagem das mulheres, porque esta será a linguagem das sociedades ocidentais)
(esta é também uma declaração que põe termo à guerra entre sexos)


Algum dos senhores discorda desta visão (sucinta)?

3 comentários:

Francis disse...

Desculpa: "Põe termo à guerra entre os sexos" ou começa uma guerra entre os sexos?

MRF disse...

Para quê uma guerra, se falarmos a mesma linguagem? ;)

peciscas disse...

Concordo com o ponto de vista do autor e acho que já vai sendo tempo de as coisas evoluirem para esse estado.