2.11.06

Conquista dos Picos do Mundo


E morreu mais um alpinista português, Bruno Carvalho. Tinha 31 anos e fazia parte da equipa liderada por João Garcia que pretende fazer a "Conquista dos Picos do Mundo". No dia 31 de Outubro toda a equipa atingiu o cume do Shisha Pangma (8 023 m). É o mais baixo dos catorze cumes de 8 mil metros do planeta! E, por razões políticas, por se encontrar no Tibete ocupado pela China, foi o último dos mais altos picos do mundo a ser conquistado, numa expedição de 195 pessoas, em 1964. Apesar da sua “baixa altitude”, o Shisha Pangma sempre foi uma montanha difícil, por causa das avalanches e dos ventos que varrem o planalto tibetano. Bruno Carvalho faleceu, vítima de queda, na descida do cume que "conquistara" horas antes. No blog do jornalista Aurélio Faria (que os acompanha nesta expedição) leio ainda um texto que escreveu no dia 30 Out.: "se conquistar o Shisha Pangma, o maior alpinista português da actualidade averbará no currículo o oitavo cume de 8000 metros. Mas para a restante equipa, - Ana, Bruno, Hélder e Rui, será uma estreia absoluta, a ultrapassagem da chamada “zona da morte". Que terrível ironia.

Falta-me coragem física para me imaginar sequer neste tipo de aventura. E fico sempre perplexa face aos que ousam tanto. Como se vence o medo? Como se encara a morte tão de frente?

1 comentário:

Um outro olhar disse...

como se vence?
gostando muito e superando o mesmo medo, e tendo consciência que o limite é tão pequeno e tênue como o medo
que ao mais pequeno deslize nada mais somos que o ser nas mãos da força que nos derruba

como se encara?
não se pensa, o gostar faz-nos não pensar apenas seguir em frente e quando ela surge/momento saber actuar para não ser pior do que já é o momento
no fim uns ficam para contar outros nem por isso; outros continuam outros páram e reflectem
...

(isto é apenas o meu modo de olhar e encarar o medo ou a morte tão de frente) desculpa se me alonguei

:)