16.11.06

Samuel Beckett


2006 é o ano em que se celebra o centenário do nascimento de Samuel Beckett. O autor de À Espera de Godot ou Dias Felizes, nasceu a 13 de Abril de 1906 em Foxrock, uma localidade a sul de Dublin.
Por ocasião do Famafest - Festival Internacional de Cinema de Famalicão, em Abril/Maio deste ano, tive oportunidade de ver os 19 filmes do projecto "Beckett on Film", idealizado por Michael Colgan, director artístico do Gate Theatre de Dublin. Este projecto reune pela primeira vez a gravação de todas as 19 peças de teatro do autor: Waiting for Godot, Krapp's Last Tape, Happy Days, Endgame, Not I, What Where, Catastrophe, Act Without Words I e II, Rough for Theatre I e II, Footfalls, A Piece of Monologue, Ohio Impromptu, Come and Go, Breath, Play, That Time e Rockaby.


Para minha surpresa, encontrei três destes filmes no Youtube. Leiam um pouco sobre o teatro do absurdo de Beckett, e aproveitem a oportunidade que a internet oferece.

Ohio Impromptu, de Charles Sturridge, com Jeremy Irons:


Play, adaptação de Anthony Minguella, com Alan Rickman, Kristin Scott Thomas e Juliet Stevenson. Play foi escrita por Beckett entre 1962 e 1963. O filme (em 2 partes): 1, 2 .

What Where, de Damien O'Dannell, com Gary Lewis e Sean McGinley (Parte 1 e 2)

Não pertencendo a esta série, não resisto a deixar aqui o link para:


Not I.
Vi esta peça adaptada ao cinema por Neil Jordan e interpretada por Julianne Moore. E guardo também na memória fragmentos de uma interpretação de Graça Lobo. Preferi a última___ que, na verdade, andava próxima desta versão.

Krapp's Last Tape
. Numa versão de Tom Skipp (1, 2).

2 comentários:

Anónimo disse...

Curiosa esta versão de 1973, com a Billie Whitelaw. A Graça Lobo deve ter visto, antes de fazer a sua versão, muito decalcada desta. M. Virginia

MRF disse...

M. Virginia, é possível. Ainda por cima penso que a Graça Lobo vivia em Londres nessa época. Mas a verdade é que ela conhece bem Samuel Beckett, o teatro de Beclett e tem uma interpretação espantosa de Not I.