15.6.05

Máscara Sim


Sokolsky

E nós Bloggers, usamos a Técnica da Máscara ou não?

Eu costumo falar em 2 segundos de antecipação que permitem, num ápice, decidir sobre a acção e agir sobre a 'espontaneidade'.
Enquanto blogger, creio demorar mais do que os tais 3 segundos, e advogo das máscaras que "não existe melhor máscara que nos esconda do que aquela com que nos mostramos". A verdade oferecida é sempre tão inverosímil que funciona melhor do que a mais arquitectada mentira.
MJM

Não sei se a técnica é a da máscara, mas a blogosfera é um palco especial. A virtualidade confere-lhe o cunho confidencial de quem representa incógnito. A arte que demonstra chega a camuflar a própria autenticidade. O trigo e o joio andam juntos, quase sem se reconhecerem.
Amaral

Eu acho que todos os bloggers têm uma máscara de vez em quando, basta ver que há certos aspectos das vidas dos ditos bloggers que são meio escondidos ou camuflados. O mais engraçado é essa ideia de estar incógnito. Não sei até que ponto isso é mesmo assim...
Ananda

É possível, sim senhoras.
Pessoalmente, o retrato espelhado no 7 Meses ao início era mais fiel do que agora.
kimikkal

É possível. E, para além da máscara, o uso do coturno também se manifesta com frequência.
OLima

A blogosfera é um mundo diferente do teatro.
Pelo menos, assim o vejo, assim o sinto.
Quanto às máscaras, quem não as usa, mesmo que de forma inconsciente, nesta e noutras situações?
Há aqui de tudo, como na farmácia.
rita

É inevitável que a usemos.
Como diria o Régio..."há coisas que terei pudor de contar seja a quem for"!
mfc

Eu uso... um bocadinho.
80% do que escrevo é verdade. O resto... é do "K@".:-)
Resta saber o que é que é "80%" e o que é que é "o resto"...!
He He!
K@

Se partirmos do princípio que a vida é um palco, todos usamos, bloggers ou não!
Deves, como eu, ter lido Goffman! Está lá tudo...como se fosse impossível inventar algo de novo nesta matéria!
PS: acabei de pensar que vou escrever um post sobre Goffman: "a apresentação do eu na vida de todos os dias".
Maria Heli

Não estamos sempre mascarados?
francis

Agora que penso nisso, sim, quase sempre.
batatas

Pois é, eu cá acho que sim, apesar de tb estar identificada com nome.
Às vezes a máscara pode estar tão colada que nem damos por isso.
ângela

É possível usar essa técnica nos blogs. Mas analisar os blogs pelas técnicas do teatro, penso que seria reducionismo inútil. Há que fazer-se uma análise a partir de seus elementos próprios.
Santos Passos

Sua perguntinha é providencial...pensando aqui.
Ilidio Soares

2 comentários:

transpose disse...

Eu penso que sim. É um bocado como fazer um bolo. 1/3 da nossa personalidade verdadeira,1/3 da nossa personalidade levado a um extremo mais 1/3 da algo que não somos. Junta-se tudo e leva-se ao lume, deixando ferver. Depois existem uma imensidão de pratos que se podem servir. ;)

MRF disse...

:D És bem capaz de ter razão!