8.9.06

Kothbiro

A paixão que eu tenho por este disco, En Mana Kuoyo! Sentir uma extrema subtileza e doçura, um imenso espaço para a mente vaguear. Talvez tenham retido o som de Ayub Ogada em O Fiel Jardineiro de Fernando Meirelles. Ouvir Kothbiro no final do filme foi uma espécie de cereja em cima do bolo!

Haaaaaaaaa, hajé, hajé, hajé, hajé, hajé, hajé
Haaaaaaaaa, hajé, hajé, hajé, hajé, hajé, hajé

U-ma Ku-indja Kothbiro qué luru vokétala
U-ma Ku-indja Kothbiro qué luru vokétala

(escrita em luo, língua falada no Sul do Sudão e no Norte do Quénia)

Recordem
aqui e depois digam-me até onde viajou o vosso espírito livre.
Se conhecerem uma tradução "certificada" da letra da canção, fico eternamente grata (sendo que a gratidão não pode ser uma prisão)
(andamos constantemente a criar amarras e a libertar-nos delas!)(divagar)(escrever uma errata da nossa vida: os momentos das más decisões - sugestão de George Steiner)
(listar as pequenas grandes conquistas)(nunca salvei a humanidade)
(u-ma Ku-indja Kothbiro qué luru vokétala)(tenho a certeza que fala de liberdade)
(pensar livremente o passado altera-o?)
(ou o passado é imutável?)(pensar o passado altera o futuro?)
(os fiéis jardineiros conservam jardins de memórias?)
(existirão sempre guerreiros)(e guerreiros de afectos)
(o Ralph Fiennes é tão inglês!)
(
Haaaaaaaaa, hajé, hajé, hajé, hajé, hajé, hajé)

6 comentários:

r.e. disse...

que saudades... volto sempre ao lugar onde me revejo sempre outro. beijinho grande. J.

Anónimo disse...

No wiki answers a tradução era deste tipo:

Kothbiro

Its about cattle herding.The lyrics go like this; "Dear children, the rain is coming, bring in the cattle, bring in our wealth."

MRF disse...

Obrigada! ;)

Anónimo disse...

Essa música é maravilosa..realmente não conheço a tradução verdadeira...mas obriga por me fazer recordar e induzir á reflexão.

"Mas, quando falo dessas pequenas felicidades certas, que estão diante de cada janela, uns dizem que essas coisas não existem, outros que só existem diante das minhas janelas, e outros, finalmente, que é preciso aprender a olhar, para poder vê-las assim."

Cecília Meireles

MRF disse...

Sim, comentador anónimo, sim!

http://divasecontrabaixos.blogspot.com/2006/03/condio-humana.html

TJA - RJ / DF disse...

Verdade : é como a cereja em cima do bolo. Música linda !

Abração .