21.9.09

Deveria passar a ser obrigatório...

Daniel Garcia
Un dia más



...umas noções de métodos de investigação sociológica nos cursos de jornalismo. mesmo se não acredito na inocência desta notícia. na verdade, o que é chocante é a total falta de ética jornalística. ok, acrescentemos pós-graduações em «Relacões com a Administração - Como manter a independência sem perder o emprego». Expresso, 21 de Setembro:

José Sócrates é apontado pelos portugueses como o pior primeiro-ministro desde que Portugal entrou na União Europeia. A sondagem exclusiva da Exame/Gemeo-IPAM indica também que Cavaco Silva é o chefe do Governo mais acarinhado dos cinco políticos que governaram Portugal a partir de 1985.

e não. a culpa não é da sondagem. é de quem a encomenda em período pré-eleitoral e a utiliza sem pudor. experimentem aplicar o mesmo questionário quatro ou cinco anos depois de José Sócrates ter deixado o cargo de primeiro-ministro. quanto a Cavaco Silva, convém não esquecer que depois de passar pela Presidência, Mário Soares se tornou "o pai de todos os portugueses".

No mesmo jornal também apreciei o grande título: «Bloco é contra...mas Louçã investiu em PPR». O dirigente do BE veio a público explicar (ver JN)... mas o quê? que desaprova os benefícios fiscais de um produto financeiro que já adquiriu (sim, essa foi a notícia bombástica)? Ainda vão descobrir que o Jerónimo foi umas vezes à missa e que o Paulo Portas não tem cilícios em casa (é verdade, já todos esqueceram que PP foi director de uma empresa de sondagens. até os Gatos Fedorentos! se calhar é porque a tal empresa nunca fez sondagens).

e não. não posso acreditar que a culpa seja dos jornalistas. mas que é de quem mete dinheiro lá dentro, tenho a certeza.
por que raio não assumem os jornais, de vez, o seu alinhamento político?

4 comentários:

Carlos Peixeira Marques disse...

Olá!

Sobre a sondagem, não é assim tão "exclusiva" porque já foi feita outras vezes. A opinião sobre o melhor e o pior é medida por perguntas abertas e resposta espontânea. É uma espécie de notoriedade espontânea.
Já em 2008, na pergunta «quem foi o pior PM que Portugal já teve desde que é uma democracia?» Sócrates aparecia muito 'bem' cotado, mas nessa altura ainda 'perdia' para Santana.
Não consigo compreender porque não se deve revelar uma sondagem destas em período eleitoral. Esta e outras que, embora com menor (?) divulgação, têm sido feitas, como, por exemplo, sobre certos atributos de JS e de MFL.

Outro assunto: não sei se é da idade :), mas tenho alguma dificuldade em ler neste layout.

Beijos.

Maria disse...

Olá! :)

Em véspera de eleições, é evidente que o PM (seja ele qual for) em exercício (cargo sujeito a enorme erosão) não está numa situação de análise comparável à de anteriores PM. As avaliações retrospectivas são sempre interessantes mas o sentido de "retrospectivo" não é aplicável à generalidade dos sujeitos em avaliação. Não se trata de não fazer este tipo de inquérito - que Exame/Expresso encomendam há alguns anos. Trata-se de fazer a leitura correcta dos resultados - não criando uma "parangona" mediática -, e de os publicar neste momento, sendo evidente à partida a desvantagem da posição de qqr PM em exercício.

Quanto ao lettring, eu também tenho alguma dificuldade. Deve ser da nossa idade... e da minha preguiça para mudar o layout do blog :)

Bjs

Carlos Peixeira Marques disse...

Então que sugeres? Fazer a pergunta «Não contando com o actual, quem foi o pior PM que Portugal já teve desde...»? :)

Sócrates até sai beneficiado. Há também a pergunta «quem foi o melhor?» e ele aparece em 2.º, atrás de Cavaco. Na sondagem de 2008 que eu referi, a pergunta reportava-se a «desde que é uma democracia» e, depois de Cavaco, estavam Soares e Sá Carneiro.

Claro que o estudo "retrospectivo" vale o que vale - muito pouco, na minha opinião. Os mortos "são fixes" e, se a pergunta fosse «... desde a implantação da República», Salazar estaria muito bem classificado, quer na questão do "pior", quer na do "melhor".

Já percebi que vais votar em benefício do pior PM desde que Santana foi demitido. Eu tratarei de fazer o contrário. Vamos ver o que dirá Confúcio :)

Bjs

Maria disse...

Sugiro que se apresente os resultados salientando que o facto de Sócrates ser o único PM em exercício, o coloca numa posição de maior exposição a críticas. A opção editorial (política) de salientar o resultado à primeira pergunta e não o resultado da segunda é inaceitável. sobretudo porque o alinhamento dos jornais não é declarado de forma transparente.

Ah, e não vou votar em benefício do "segundo melhor PM desde que há democracia". Nem na MFL. Beijokense, como podes? Tu sai-me já de Trás-Os-Montes, bela terra mas de um conservadorismo desconcertante e desconsertante! :)