17.11.09

My Story



O objectivo do projecto "MyStory – Democracia à altura das crianças” é dar voz às crianças angolanas, como é o direito delas (declaração da ONU dos direitos das crianças, artigos 12 e 13).

O objectivo é estimular a capacidade das crianças de comunicar oralmente, usando as suas próprias histórias como o meio para atingir esse fim.

O projecto “
MyStory – Democracia à altura das crianças” nasceu de uma colaboração entre a organização dinamarquesa Gi en Historie e a Save the Children Denmark.

O objectivo, a longo prazo, da Gi en Historie é criar uma plataforma global na internet chamada MyStory, que pretende reunir histórias contadas por crianças oriundas das mais variadas partes do mundo.



4 comentários:

Paulo disse...

Infelizmente, mais rápido do que sonha, a Isabel vai descobrir que (afinal) deus não é tão bom assim para os meninos de Angola. Mas isso são outras estórias. Parabéns à Gi en Historie e felicito-a vivamente por (me) ter dado a conhecer este projecto que não conhecia. Muitos, muitos parabéns.

Maria disse...

Caro Paulo,

A realizadora da série «MyStory», Mia Degner, vai estar em Aveiro. Para falar deste e outros documentários, pode encontrá-la no Mercado Negro, no dia 20.

_______
“Heart, Keep Beating”
Filme documentário, Roménia 2009
Exibição e debate do filme com a participação da realizadora Mia Degner
Oficinas sem Mestre e apoio do Grupo de Aveiro da Amnistia Internacional/Portugal
22h00 Auditório do Mercado Negro
_________

Obrigada pela visita e pelas palavras. Quanto à Isabel, infelizmente, já deve saber (sentir) a realidade que a rodeia. Mas vamos ser optimistas e acreditar em histórias felizes.

Um abraço

Paulo disse...

Maria, infelizmente o 20 não é dos dias em que estou em Aveiro. Acredite que é com grande pena que falto a esse encontro. Acho que, cada vez mais, temos de frequentar espaços e falar com gente que vale a pena e Mia Degner está desse lado. A perda (e a pena) é minha.
Obrigado pela sugestão.

Spectrum disse...

Gostava tanto de acreditar em finais felizes, Maria!!!
Temo, porém, que o homem, cada vez mais, mate os seus próprios sonhos..Não vivemos na sociedade dos desafectos?! Criámos um monstro que nos devora e, que, em última análise, nos há-de aniquilar..
Melhor, tu? E a A.?
Beijinhos