2.11.09

Marie NDiaye

A escritora francesa Marie NDiaye (de ascendência senegalesa) foi hoje anunciada como a vencedora do prémio Goncourt. (...) NDiaye, de 42 anos, foi distinguida pelo livro “Trois Femmes Puissantes” (“Três Mulheres Poderosas”), que aborda o problema da imigração ilegal de africanos para a Europa e as relações entre os países africanos e os ex-colonizadores, temas que têm sido frequentes na obra da escritora.



Marie NDiaye, Trois femmes puissantes

2 comentários:

Rosa dos Ventos disse...

Et on peut être blanche et africaine! :-))

Abraço

Maria disse...

Eh oui, Rosa dos Ventos, c'est mon cas. Je suis luso-angolaine :))

A Marie NDiaye queixava-se dos estereotipos que a associavam mais ao Senegal que a França!

Gros bisoux ;)