13.2.07

O LIVRO DOS BONS PRINCÍPIOS

XXXII

Pedro só foi encontrado pela polícia por volta da meia-noite, no aeroporto de Faro. Estava em estado de choque, não dizia coisa com coisa, mas insistia na viagem. Trazia o pijama vestido por baixo da gabardine. Tinha andado de pantufas a correr todos os balcões. Dizia que queria comprar um bilhete de avião para Londres e, face a mais uma recusa, acabou por agarrar o pescoço de uma assistente da Companhia Aérea UKAL. Um turista deu o alerta. Quando o detiveram, não conseguiram algemá-lo. Tinha uma das mãos metida no bolso do impermeável e não a soltava. Via-se que amarfanhava um pedaço de papel. Só quando a equipa médica apareceu e conseguiram tranquilizá-lo, é que a polícia pôde ler a carta.


Todas as semanas saiem novos Princípios: às segundas n'O Afinador de Sinos, às terças aqui, às quartas no Ponto.de.Saturação. Para ler todos e seleccionar um, abram O LIVRO DOS BONS PRINCÍPIOS.

Sem comentários: