28.9.05

Tem a palavra cultura no seu programa eleitoral?



Realizou-se ontem um debate/tertúlia centrado na política cultural municipal na livraria O Navio de Espelhos (Aveiro). Estiveram presentes representantes das várias forças políticas, a saber:

Pedro Silva - actual vereador da Cultura, Planeamento e Gestão Urbanística (PS)
Susana Esteves (número 7 da lista da coligação PSD/CDS à CM)
António Regala (CDU/candidato à AM)
Francisco Vaz da Silva (presidente da ACAV - Assoc. Arte e Cultura de Aveiro, cabeça de lista do BE à CM)

Para além destas presenças (confirmadas previamente), assinalo a participação de:
- Carlos Fragateiro (fundador da Efémero, Director do Teatro da Trindade)
- Rui Sérgio (actor, fundador da Efémero, Director-Adjunto do Teatro da Trindade, n° 4 da lista do BE à CM)
- José Luís Martins Pereira (Director da Companhia de Dança de Aveiro)
- Celso Cruzeiro (advogado)
- Doutor Manuel António Coimbra (professor universitário/projecto Ciência Viva, n° 3 da lista da colig. PSD/CDS à AM)
- Arsélio Martins (professor de Matemática, n° 2 do BE à AM)
- João Martins (músico, n° 2 do BE à CM)
- D. Maria Helena Costa e Melo
- Pedro Ferreira (n°4 da lista da Coligação PSD/CDS à CM)
- Maria João Regala (psicóloga)

O Presidente da CMA e candidato a novo mandato, Alberto Souto, Paula Barros e Jorge Afonso (n° 1 e 3 pelo BE à AM) marcaram também presença, numa noite que foi de resto dominada pelas intervenções dos representantes e simpatizantes do Partido Socialista e do Bloco de Esquerda. Não obstante, Susana Esteves fez a (primeira) apresentação pública do programa da Coligação PPD-PSD/CDS-PP para a área da cultura.

Tópicos de discussão:
- definição do conceito de Política Municipal de Cultura
- papel histórico das associações e colectividades na dinamização da vida cultural
- avaliação do desempenho da Edilidade em termos de coordenação e apoio a todos os agentes culturais
- (in)cumprimento dos protocolos estabelecidos com as assoc. culturais por parte da CMA
- necessidade de apoio a micro-projectos (iniciativas culturais individuais)
- estratégias de gestão para o Teatro Aveirense (programação, sinergias com agentes locais)
- gestão de equipamentos; modelo de gestão - número de empresas municipais (dispersão versus maximização de recursos; objectivo: optimizar competências; em causa Tema e Aveiro Expo).
- gestão de equipamentos; a questão da propriedade (CM ou associações)
- criação de públicos
- divulgação da cultura/política de informação
- conceito Aveiro cidade da Música
- conceito Aveiro cidade do Conhecimento
- ligação da cidade à UA (universidade)
- democratização da cultura
- cinema na cidade; Cineclube, Festivais de cinema
- ...

Gostei deste debate em que, para além das naturais picardias políticas, se confrontaram ideias e projectos e se recolheram sugestões (que não se devem esquecer). Apreciei o envolvimento de todos os presentes e, ainda estrangeira em Aveiro, apercebi-me de laços (quase) afectivos entre adversários que certamente já percorreram e cruzaram os mesmos caminhos muitas vezes. Gostei de ouvir aqueles que há muitos anos estão ligados à direcção de associações culturais e a nova geração que intervém na cidade trazendo mais-valias culturais inquestionáveis. Finalmente uma palavra para a minha livraria de estimação, O Navio de Espelhos. Pedro Silva comparava a acção da livraria na cidade com a da Gulbenkian no país. Um exagero (simpático) obviamente, tanto mais que não existe nenhum milionário arménio a financiar este projecto. Mas é verdade que, mais uma vez, este espaço sobressai com uma iniciativa própria que veio colmatar uma lacuna grave - em ano de eleições este debate sectorial, centrado na cultura, não tinha ainda ocorrido!

P.S.: A imprensa local não compareceu
P.S.(2): No próprio momento foi-me pedido que mediasse este encontro e, como sou mais ou menos (mais para o mais) inconsciente e entusiasta, aceitei, relativizando esse papel. Penso que todos tiveram oportunidade de se expressar apesar de ter sido difícil controlar os "tempos de antena". Agradeço a todos o bom ambiente neste serão tão particular. E declaro-me mais aveirense do que nunca! :)

6 comentários:

caiacaina disse...

Gostei muito deste texto, ao qual poderei chamar comentário ou crónica, mas a verdade é que isso não está em causa, quando o ponto alto do tema é a cultura. A cultura nem sempre muito bem tratada por quantos a deveriam considerar mais. Foi também um alerta, pois não irei esquecer de pôr em evidência as multiplas facetas da cultura, quando estiver com os colegas, em campanha. Um beijo fresco e grande, depois das férias...

Ilidio Soares disse...

"A imprensa local" nunca comparece a eventos dessa natureza. Tanto aí como aqui. Cultura? Só o das contas bancárias e de como locupletar a venda de periódicos. Depois reclamam que a venda anda caindo.
beijos
Ilidio

MRF disse...

Obrigada Bis Morgen!:)

Pois é, Ilídio, mas é mesmo lamentável e não nos devemos conformar, não acha?

SaltaPocinhas disse...

deve ter sido bem interessante!

Google Page Rank 6 disse...

Want more clicks to your Adsense Ads on your Blog?

Then you have to check out my blog. I have found a FREE and Legitimate way that will increase your earnings.

Come Check us out. How to Boost Your AdSense Revenue

Roberto Iza Valdes disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.