4.7.05

A Espanha já não é o que era


















Guy Bourdin



Lembram-se das nossas tias-avós dizerem que, vindos de Espanha nem bons ventos nem bons casamentos? A tradição nunca mais será o que era.

Espanha é o quarto país no mundo a aprovar o
casamento entre homossexuais. E acabam de legislar no sentido de uma maior celeridade dos processos de divórcio. Mas o que gostei mesmo de saber foi que o macho espanhol vai ter que partilhar com su novia as tarefas domésticas. O projecto de lei aprovado inclui uma modificação relativa aos direitos e deveres dos cônjuges que inclui a obrigatoriedade destes "dividirem as responsabilidades domésticas e o cuidado e atenção" aos filhos e pessoas dependentes a seu encargo, obrigações que se somam às de viver juntos, ajudar-se mutuamente e manter a fidelidade.

Vêm de Espanha, bons ventos de mudança e felizes casamentos!

Senhor Primeiro-Ministro, por favor, arme-se em Zapatero! Algumas das nossas tias, que também eram solteironas, talvez pudessem finalmente ser felizes com... a amiga. E nós, as casadas, nem exigimos retroactivos!

13 comentários:

francis disse...

Olha, olha. Querem-nos dar cabo da vidinha. Não abusemos! :-))

mfc disse...

Tão perto... e tão longe!

Elvira disse...

Deveríamos imitá-los.

Toze disse...

A Paneleirice está instalada ...xi, que desgraça !

Finurias/Toze
www.cagalhoum.blogspot.com
www.revelando.blogspot.com

jp disse...

De Espanha sempre houve muita inveja dos caramelos.
Vim trazer-te uma caipirinha. Gostas?

Carlos Barros disse...

nem sempre..mas muitas vezes peno que o d.afonso henriques nunca deveria ter andado a bulha com a mãe.

Lilly Rose disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
MRF disse...

francis e toze, seus reaças! :))

carlos barros, então e quem ia inventar a palavra saudade e o que se cantaria na mouraria? sabes, o problema está mal colocado: enquanto valença não for nossa...

elvira, pois claro que sim, afinal o que se pode inventar nessas matérias? a pp questão da custódia partilhada está a ser mais bem discutida do que em França (por exemplo).

mfc, resumes bem!

Se me permitem, acabo a fazer um drink com a JP (é para fazer inveja, sua vacacioneira?

Beijos paritários

transpose disse...

Nem tant ao mar, nem tanto à terra. Concordo ocm os homossexuais, agora a obigatoriedade de iguais obrigações... Sempre pensei quando se partilha algo com alguem (então com alguem k se ama...) dividir-se as tarefas é algo que se faz por gosto. Qd trabalham, trabalham os dois, Qd descansam descansam os dois... Agora por isso na lei... :)

jp disse...

Inveja? não! é para aligeirar o dia. :-)
Vacacioneira é giro...um misto de vaca em férias...mmmm ;-)

MRF disse...

:D JP, não era bem essa a ideia ! era apenas uma derivaçãozita à espanholês

mas mummm para ti tb ;)

MRF disse...

transpose, o problema é que a boa vontade não tem chegado para resolver o problema. Há estudos (muitos) sobre essa matéria e, mesmo quando é a mulher a trabalhar mais horas fora de casa, ela continua a ocupa mais tempo com as tarefas domésticas que ele. Uma lei assim "moraliza".

jp disse...

e eu não sei? bem se vê que me desconheçes a descendencia ;-D