30.5.05

Já sonho com Ngorongoro XVI


Joris van Daele

Ninguém conhece a história da próxima aurora.
(provérbio africano)

Ontem sentei-me no jardim a falar com o Andwele. Tu dormias, assim como o Bagaço, e nenhum sonho parecia querer despertar-vos. Pedi-lhe que me falasse da sua aldeia. Ele falou num tom sério, falava de saudade e de desgosto, mas terminava sempre todas as frases com uma nota de alegria. Não me cansava de ouvir falar de Magadi. Os olhos dele ficavam cada vez mais límpidos, e através dos seus olhos, também os meus. O Andwele tem uma boca bonita e um sorriso gracioso, emana paz. E assim com ele, pouco a pouco, xhuia-xhuia, a paz voltou.
Por volta das seis horas da manhã, acordei com o pássaro que canta debaixo da minha varanda. Existe uma gaiola dourada enorme e sobre ela pousa sempre esse pássaro. É uma ave canora rara. Pensei decidiu desafiar o mundo tomando posse dessa gaiola. E com esse pensamento, descobri que sorria novamente.

Depois o reflexo desta luz, deste amanhecer nas águas da piscina. E não resisti a apossar-me dela. Durmam todos e que nenhum sonho vos desperte. Não quero tudo. Só este momento. Assim.

Ouço ao longe uma música.


Banda sonora de Le Grand Blue, Eric Serra.

5 comentários:

Cosmic Men disse...

Ola, desculpa a minha tão prolongada ausencia no teu blog, mas andei um pouco na lua... mas voltei e vejo que a qualidade deste teu cantinho continua igual, ou seja muito boa.

Também fiz umas alterações no meu blog.

Kiss.

mfc disse...

Repousante.... deve ser um sonho passarmo-nos por lá, com a natureza a encher-nos as narinas e os olhos deliciados com um dos paraísos ainda pouco tocados...

Ilidio Soares disse...

calmo, sereno...e por isso revigorante. Muito bom, bom mesmo.
abçs
Ilidio

MRF disse...

Obrigada Cosmic, já vou espreitar o teu cantinho. bjs interespaciais

MRF disse...

Caros mfc e Ilidio, tenho andado mesmo por lugares assim, logo logo vos conto :)