4.7.06

Depois de lida a imprensa internacional só posso desejar, com mais força, que Portugal vença este Mundial!

Foto El Pais

O Brasil segue de perto e apoia a equipa portuguesa, sobretudo agora que os canarinhos perderam com a França, e porque o nosso treinador é Felipão! Na Argentina, enaltece-se mais Scolari do que o futebol "português". O Japão é justo mas os títulos não fogem à regra: a França venceu o Brasil, os ingleses foram eliminados (depois logo se vê por quem!?). Em Angola, os alemães impressionam porque são
os maiores rematadores e os media adoram as sequelas pós-jogos.

Em Inglaterra não se comenta a qualidade do futebol português, massacra-se o treinador da selecção inglesa. Erickson é acusado de falta de coragem, é apedrejado pelos milhões que meteu ao bolso e ainda por ser sueco! Os franceses estão super-confiantes e idolatram cada vez mais Zizou. De resto, Zidane é O herói da imprensa internacional! O Le Monde refere Cristiano Ronaldo apenas para criticar o "mau perder" inglês ou a raiva dos fãs do Manchester. Enfim, a proeza de Ricardo é enaltecida pelo Times e pelo La Stampa. Mas quase não se escreve sobre a selecção portuguesa e há pouquíssimas fotos dos nossos jogadores. Na imprensa espanhola então, isso é mesmo óbvio! Para quem já viveu no estrangeiro, a situação não é estranha. Portugal é periferia mesmo! Mas entre constatar e aceitar vai uma enorme diferença. O que vale é que, como se vê pela foto, os pequenos também podem chegar lá!

  • Adeptos gritam por Scolari e apupam Parreira - Carlos Alberto Parreira regressou hoje ao Brasil e, à chegada, tinha 200 adeptos descontentes com a eliminação do Mundial. O seleccionador esquivou-se à ira e aos apupos dos manifestantes, que gritavam bem alto pelo nome de Luiz Felipe Scolari. link AngolaPress
  • A ausência de Deco no meio-campo altera por completo a estrutura do jogo de Portugal. Sem o maestro do Barcelona, Luiz Felipe Scolari é obrigado a apostar num futebol-directo, à base de balões lançados do guarda-redes à linha de ataque. link Jornal de Angola
  • Si los ingleses son los padres del fútbol, entonces Luiz Felipe Scolari es el abuelo de este juego. Felipao tiene de hijos a Eriksson, Beckham y compañía. Los sacó de los últimos tres torneos importantes y con dos equipos diferentes (Brasil en 2002 y doblete con Portugal en Eurocopa 04 y Alemania 2006). Por personalidad y estilo,este equipo se parece al Gremio y al Palmeiras campeones de América con el Gene Hackman gaucho . Corren, meten, raspan, hacen tiempo, a veces juegan y te ganan. link La Nation
  • O ex-craque argentino Diego Maradona prefere que Portugal seja o próximo campeão mundial, mas está convencido de que quem erguerá a taça será a anfitriã Alemanha. link Terra
  • Perto de fazer história com Portugal, Filipão evita falar do futuro. link Globo
  • Parte de Paris torcerá pela seleção portuguesa contra a França: (...) torcedores veteranos, como ele, querem ver a revanche de duas derrotas importantes de Portugal contra a França na Eurocopa: em 2000, perderam por 2 a 1, e em 1984, por 3 a 2. "Temos um certo gosto amargo desde a semifinal da Eurocopa de 2000. Para os especialistas, nossa equipe era melhor. Acho que a hora da vingança chegou e que os portugueses podem derrotar a França" (...) link Folha de São Paulo
  • They lost Wayne Rooney to a red card and David Beckham to a knee injury before Portugal won 3-1 on spot-kicks in their quarterfinal on Saturday following a goal-less 120 minutes. Portugal's Ricardo saved three penalties, the first 'keeper ever to do so in a World Cup finals shootout, and Manchester United's Cristiano Ronaldo scored the winner to send Portugal through to a semifinal meeting with France. "I am full of confidence and I shot strong," Ronaldo said. "I am happy because Portugal go into the next round and everybody is happy." link The Japan Times
  • Cristiano Ronaldo brille en sélection et irrite ses fans de Manchester. link Le Monde
  • O atacante inglês Rooney divulgou um comunicado para se defender sobre o lance de sua expulsão no jogo contra Portugal pelas quartas-de-final da Copa e se declarou desapontado com o colega de Manchester United Cristiano Ronaldo. link Folha de São Paulo
  • Quand Chirac bise le crâne de Barthez: Le président a félicité chaque joueur français après la victoire contre le Brésil. Il a même embrassé le crâne de Barthez en lui disant « j’espère que cela vous portera chance ». link Le Point
  • A masterclass as Zizou: The end of his international footballing career may be just around the corner, but the French master is going to enjoy it while it lasts. And he is determined to produce another masterful performance against Portugal on Wednesday and sign off in style by gracing another final."We're in the semi-finals. We're really happy and we're going to try and get that place in the final," said Zidane. "We don't want to stop here. link The Herald
  • Ricardo, the first goalkeeper to save three times in a World Cup shoot-out, compared the admiration Scolari attracts to the cooing over a newborn. “It seems like one of these days he will have to wear a baby’s bib because we are only saying good things about him,” he said. “What I know and we all know is that all the best teams and the best clubs want him. I really believe he is the best. He is world champion (with Brazil in 2002) and he can do it again now. He has a big heart, but when he needs to ask you something, he does it. Over the years he’s taught us a lot and he gave us the spirit that comes from being a family. Every ship has its captain. Ours is him.” link Times
  • Eriksson's epitaph: he lacked courage: (...) The Swede was good to a point, but that point should have come two years ago, when his team were knocked out of Euro 2004 on penalties by Portugal. Although there was cruelty in Saturday’s repeat — even the normally unemotional Eriksson cried in front of his players — defeat in a third successive quarter- final probably should have been expected given England’s previous performances in Germany and what was known about his limitations. (...) link Times
  • Il Portogallo è in semifinale ai Mondiali, l'Inghilterra torna a casa. Il verdetto è arrivato con i calci di rigore, 3 a 1 per i lusitani dopo che tempi regolamentari e supplementari si erano chiusi sullo 0 a 0. L'eroe è stato uno solo: il portiere portoghese Ricardo. Ha parato tre dei quattro rigori calciati dagli inglesi, e per poco non riusciva ad intercettare del tutto anche il quarto. A sbagliare per gli inglesi sono stati proprio gli specialisti dei calci di rigore: Lampard, Gerrard, Carragher. Unico ad andare a segno Hargreaves. Tra i lusitani a segno invece Simao, Postiga e Cristiano Ronaldo, mentre sono finiti sul palo i tiri di Viana e Petit. link La Stampa

2 comentários:

Ilidio Soares disse...

Pois então Salve Portugal e as (ex) colônias. Por aqui o Felipão é tão odiado como amado. O que eu penso? Penso que se Portugal for a "dona dessa bola" , e perder, ou ganhar, não transfira para nós (os seus ex)aquela coisa sebastianista de "que pena...um dia a gente conseguirá"...ou pior, como fazem os brasileiros "viu? o mundial não importa...sem a gente isso é torneio de gente menor". Portanto, que vença Portugal. Torço os dedos e lambo figas, não pelo Felipão. Mas por Portugal apenas.
bjos
Ilidio

MRF disse...

ok, Ilidio ;)

mas saiba que eu não acho que vencer o mundial seja crucial, o país vai continuar a penar, e não há / nunca houve sebastianismos deste lado.

mas constato que, sobretudo na europa, mais uma vez, e até no futebol (nós somos "do sul"), não há carisma que faça os media evidenciar o país. porque os media dão ao povo o que o povo quer ler. Portugal não é notícia. ponto final. e a culpa é de quem? nossa. qual diplomacia cultural e económica qual quê! qual marketing institucional! e se quer saber, acho que tínhamos obrigação de criar uma imagem de marca que fosse além de Portugal=Euzébio, ou outro qqr jogador de futebol.

Ah, nem sp respondo, mas gosto sempre de seus comentários.

Abraço