10.3.09

Cântico

Decidiram chamar-lhe assim. Negro, ao cântico. José Régio e Helder Magalhães. Acho que se enganaram os dois. Este é um cântico da mesma cor do vestido: cor de fogo!


E este é só mais um pretexto para marcar presença num dos únicos festivais de cinema e literatura do mundo, o Famafest.

4 comentários:

Lauro António disse...

Obrigado,em nome do Famafest. Se quiseres aparecer no Carlos do Carmo, na inauguração, onde vai passar também o filme do Helder, basta dizeres, com urgência (está esgotado). Serás sempre benvinda.

Helder Magalhaes disse...

Excelente surpresa!

MIL obrigados!!!

Adoraria que viesse(s), claro.
Fico à espera de notícias.


Beijinhos, do
Helder


p.s. Cântico Cor de Fogo também não me parecia mal...

MRF disse...

Obrigada Lauro e Helder. Não vou poder estar presente, mas desejo que este festival seja o melhor de todos!

Abraço amigo
Rosário

Lauro António disse...
Este comentário foi removido pelo autor.